Sexo e casamento: entenda melhor essa relação

Sexo e casamento: entenda melhor essa relação

casamento

Nos últimos anos, ocorreram diversas transformações no que diz respeito ao casamento e à vida sexual de homens e mulheres. Depois da emancipação sexual, da pílula anticoncepcional e do divórcio, o casamento nos tempos de hoje é muito diferente do que era antigamente, em que o objetivo era formar uma família e se situar socialmente.

Enquanto o sexo constitua apenas uma parte do todo e as mulheres não tinha voz ativa nesse assunto, nos dias de hoje, ele é fundamental em uma relação e, quando ausente, pode gerar muitos problemas ao casal. Mas, é importante ressaltar que a falta de desejo sexual não significa que não exista amor. Muitos casais se amam, mas não possuem vontade de manter relações sexuais.

Uma das explicações mais aceitas para que isso ocorra, segundo diversas teorias científicas, é a rotina. Uma pesquisa realizada no Reino Unido apontou que depois da lua-de-mel, cerca de 80% dos casais dormem sem o beijo de boa noite. A rotina do dia a dia, como falar sobre contas e despesas, limpar a casa, planejar as refeições, entre outras tarefas, podem desviar a atenção sobre o relacionamento e se tornar uma mera burocracia.

Outra questão relacionada à diminuição de desejo sexual é a falta de tempo. É muito comum que alguns casais ou apenas um dos cônjuges se dediquem mais à vida profissional do que à pessoal, o que acaba afetando o próprio relacionamento. Ao dedicar mais energia ao trabalho, quando a pessoa chega em casa, ela geralmente está muito cansada, sem vontade de fazer nada, além de tomar um banho, comer e dormir. Além disso, a intimidade e a certeza de possuir o ser amado também diminuem a necessidade de seduzir e conquistar.

Geralmente, em um relacionamento, o desejo da mulher tende a diminuir primeiro, de acordo com especialistas. Dados de uma pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo mostraram que homens entre 26 e 40 anos gostariam de ter, em média, 7 relações sexuais por semana, enquanto que para as mulheres o ideal seriam 4.

A maternidade e a menopausa são os principais motivos que contribuem para a diminuição da libido da mulher. Na gestação o desejo sexual diminui, principalmente, nos primeiros últimos meses desse período. Com o nascimento do bebê, além de enfrentar o cansaço e noites mal dormidas, a mulher acaba focando sua atenção toda praticamente ao bebê.

Já na menopausa, o desejo sexual diminui consideravelmente e vem acompanhado de outros sintomas não muito agradáveis, como calores e ressecamento vaginal.

Como você pode perceber, existem muitas questões afetam o desejo sexual de um casal. Mas, o que não podemos esquecer é que homens e mulheres são muito diferentes nesse assunto. O desejo sexual feminino requer dedicação. Isso porque o desejo é despertado por meio dos cinco sentidos, sendo o tato o mais importante. Já o homem possui mais facilidade para se excitar. Pesquisas mostram que o homem pensa 5 vezes mais em sexo que a mulher.

Como ter uma vida sexual melhor

Apesar de todas as explicações e teorias, uma coisa é fato: ter uma vida sexual prazerosa é importante para a saúde física e mental. Veja algumas dicas para melhorar a sua vida sexual:

1 – Cuidados e mistério
Com o aumento da intimidade, muitas vezes nos descuidamos de nós mesmos, como se isso fosse algo normal. Mas, não é! Manter o mistério e a sedução é fundamental para ter um relacionamento mais feliz. Que tal agir como se fosse a primeira vez entre vocês com mais frequência?

2 – Converse sobre sexo
Como você sabe, o sexo é uma parte fundamental nos relacionamentos. Por isso é importante conversar com o seu parceiro ou parceira sobre desejos, gostos e problemas. Muitas vezes uma terapia de casal pode ajudar a melhorar a vida sexual.

3 – Mantenha a individualidade
O que te atraiu no seu esposo ou esposa antes de se casar com ele/ ela? Certamente, antes de se casar você tinha muitos hobbys, amigos e sonhos que fizeram com que seu parceiro (a) se interessasse por você. Mantenha essa individualidade ativa! Isso ajuda a manter a chama do desejo e mistério dentro do relacionamento.

4 – Compreensão
Fases como a maternidade e a menopausa diminuem o desejo sexual da mulher. Por isso, a compreensão por parte do parceiro é muito importante. Vale procurar ajuda médica ou a terapia de casal para resolver algumas questões e ajudar a melhorar o relacionamento.

5 – Dedique-se ao relacionamento
A dedicação ao casamento é o que irá determinar a felicidade do casal. Não basta esperar ou exigir sexo sem o mínimo de dedicação. Fazer um jantar especial, preparar uma surpresa ou colocar uma música, por exemplo, faz parte da conquista diária. São simples ações como essas que manterão a chama do amor acesa.